e-book indicadores de internação

Um modelo de negócios que vem ganhando a preferência entre as operadoras de saúde tem a tecnologia como grande aliada. Trata-se da gestão verticalizada, estratégia adotada por empresas que buscam otimizar seus custos enquanto garantem qualidade ao atendimento de seus clientes.

O sucesso deste tipo de operação depende, em grande medida, dos recursos tecnológicos aplicados no apoio às decisões do negócio

Sistemas que ajudam no acompanhamento dos pacientes, internações e auditorias, por exemplo, podem ser decisivos para o desempenho da operadora.

Confira, neste artigo, como funciona exatamente a gestão verticalizada e o que a tecnologia pode fazer pelas empresas do setor.

O que é a gestão verticalizada em operadoras?

A gestão verticalizada é uma estratégia na qual a operadora conta com uma estrutura própria de atendimento aos seus clientes. A empresa forma sua rede de hospitais, clínicas e laboratórios, por exemplo, prestando atendimento integral ao seu público.

Não se trata de um modelo novo no mercado de saúde. Porém, as operadoras têm apostado nele nos últimos anos como alternativa para manter um atendimento de excelência com melhor controle de custos.

Quais os benefícios?

Uma das principais vantagens da gestão verticalizada é a possibilidade de oferecer um serviço de melhor qualidade ao cliente. Isso ocorre porque a operadora atua em todas as etapas do atendimento.

Este modelo de gestão permite à operadora de saúde conhecer de forma mais profunda o paciente e  prestar-lhe uma assistência multidisciplinar. 

A proximidade com o paciente possibilita, ainda, uma atuação preventiva, antecipando ocorrências e reduzindo a possibilidade de doenças mais graves.

Este último benefício tem um impacto importante em outro objetivo que as operadoras buscam com a gestão verticalizada: a redução de custos.

O cuidado mais integral que este modelo apregoa resulta na redução dos procedimentos de maior complexidade e que demandam mais dinheiro.

Qual a importância da tecnologia na gestão verticalizada?

O sucesso da gestão verticalizada está intimamente ligado à disponibilidade e à eficiência das tecnologias de informação utilizadas.

Dessa forma, é preciso contar com soluções que otimizem, por exemplo, o acompanhamento da evolução dos pacientes e das internações.

Então, além da agilidade no tratamento dos dados, é fundamental a capacidade de compartilhamento integrando o trabalho das diferentes áreas. 

A interoperabilidade, que é a capacidade dos diferentes sistemas da operadora “conversarem” é um diferencial que se busca na tecnologia.

Estes recursos garantem assertividade no atendimento e agilidade nos processos de decisão.

São dois componentes vitais para garantir tanto a excelência no atendimento quanto a eficiência na gestão dos custos.

Como o Carefy pode ajudar sua operadora de saúde?

O software Carefy oferece às operadoras de saúde um sistema de gestão e monitoramento de internações focado no processo de auditoria em saúde.

Assim, a proposta é oferecer soluções direcionadas aos problemas enfrentados pelas empresas do setor.

Dessa forma, a plataforma centraliza o processo de monitoramento das internações e aponta eventuais inconformidades, atuando em todo o ciclo da internação, da entrada do paciente à auditoria de contas médicas.

Todos os módulos do software são integrados e se comunicam em tempo real, garantindo a interoperabilidade.

O serviço se constitui em um poderoso sistema de suporte na tomada de decisões.

Então, quer saber mais sobre como o Carefy pode ajudar na gestão verticalizada de sua operadora de plano de saúde? Então fale com um de nossos especialistas e agende uma demonstração.

Banner Material Módulos da Carefy – 2