A Telemedicina é a aliada mais poderosa no combate à pandemia de COVID-19, pois permite o atendimento médico de qualquer lugar, e proporciona mais estabilidade para as operadoras de saúde.

Nenhum convênio médico estava preparado para a crise ocasionada pela COVID-19. Além de lidar com a superlotação de pacientes nos hospitais, as operadoras também precisam auxiliar os profissionais de saúde.

A verdade é que se o sistema de saúde do Brasil contasse com as vantagens da Telemedicina antes da pandemia, não estaríamos vivendo a crise que vivenciamos hoje.

Um estudo sobre a Telemedicina e Telessaúde no Brasil afirma que as práticas da Telemedicina possibilitam uma melhora na qualidade dos cuidados à saúde.

> “A Telemedicina é uma aplicação efetiva de soluções tecnológicas para fins de otimização da educação, planejamento da logística, regulação da assistência e implementação de métodos para proporcionar pesquisas multicêntricas, baseadas em estratégias de gestão de sustentabilidade.”

O atendimento à distância se tornou essencial, e seus benefícios podem continuar mesmo após a pandemia. 

Continue a leitura e descubra como a Telemedicina é uma aliada no combate à pandemia de COVID-19.

Acompanhe!

Telemedicina no combate à pandemia de COVID-19

“A Telemedicina consiste no uso da tecnologia para possibilitar cuidados à saúde nas situações em que a distância é um fator crítico.”

Como o estudo citado anteriormente afirma, a Telemedicina permite a assistência médica de qualquer lugar, e a qualquer momento

As vertentes da Telemedicina, como Teleconsulta, Teleorientação e Telecirurgia, são exemplos práticos de como a distância é totalmente eliminada entre os profissionais de saúde e os pacientes.

Vamos descobrir como suas vantagens funcionam na prática?

1. Atendimento à distância de forma segura

A vantagem mais poderosa da Telemedicina na pandemia de COVID-19 com certeza é a possibilidade do atendimento à distância de forma segura para os pacientes, e para as operadoras de saúde.

Diferente de plataformas como WhatsApp, Skype e Zoom, a Telemedicina é realizada por meio de um software médico exclusivo para a área da saúde

Além de ser prático e fácil de usar, um software de gestão com Teleconsulta, garante uma segurança dos dados médicos de excelência.

Além disso, ele também conta com outras funcionalidades, como gestão médica, otimização de processos, melhoria na qualidade do atendimento, redução de custos, entre outros. 

Ou seja, além de atender os pacientes de qualquer lugar, esse atendimento é feito de forma humanizada, assegurando a melhor segurança possível para ambas as partes.

2. Diminuição da superlotação dos hospitais

Quantos pacientes buscam assistência médica presencial, sem necessidade? 

Com a ajuda da Teleconsulta e da Teleorientação, os pacientes que apenas buscam tirar dúvidas ou receios, podem ser atendidos remotamente por profissionais de saúde

lgpd e segurança carefyPowered by Rock Convert

Dessa forma, as operadoras de saúde reduzem a superlotação dos hospitais, e conseguem cuidar dos pacientes com casos graves.

Essa prática auxilia não apenas durante a crise da COVID-19, mas em qualquer momento. 

3. Continuidade do atendimento médico

Durante a pandemia, apenas casos graves podem ser atendidos presencialmente, como aqueles que exigem exame físico e acompanhamento frequente.

Porém, isso significa que uma parte da população não recebe atendimento médico, o que significa uma grande perda para as operadoras de saúde.

A Telemedicina permite que os estabelecimentos médicos continuem prestando assistência, mesmo para os pacientes que não são considerados casos graves.

É uma vantagem fundamental para os pacientes, e para os planos de saúde.

4. Redução de custos para a área da saúde

Segundo o IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar), a Telemedicina reduziu custos para a área da saúde não apenas no Brasil, mas ao redor do mundo.

“Nos Estados Unidos, os pacientes economizaram US$ 88.427,20 em taxas de deslocamento e US$ 67.200 em taxas de hotel, resultando em uma economia total de US$ 155.627,20.”

As práticas da Telemedicina podem solucionar diversos problemas do sistema de saúde brasileiro, e eles devem ser considerados depois da pandemia de COVID-19.

Afinal, com o aumento da assistência primária, diversos casos crônicos podem ser evitados, e as operadoras de saúde podem reduzir suas despesas de forma imensurável.

5. Mais sustentabilidade para as operadoras de saúde

Todas as vantagens citadas ao longo do conteúdo são fundamentais para a sustentabilidade das operadoras de saúde, principalmente durante a pandemia.

Porém, os benefícios da Telemedicina perduram em qualquer época, e as operadoras podem aumentar seus resultados e superar desafios, caso utilizem a Telemedicina da melhor forma.

Outra maneira prática de conquistar mais vantagens, é por meio de um software de acompanhamento de internação hospitalar, que garante uma ótima gestão para os planos de saúde.

Viu como a Telemedicina é uma forte aliada no combate à pandemia de COVID-19? 

Se você gostou desse conteúdo compartilhe nas redes sociais, e inscreva-se na nossa newsletter para receber semanalmente conteúdos estratégicos sobre gestão em saúde. 🙂

Photo designed by Freepik

Newsletter carefyPowered by Rock Convert