banner ebook auditoria em saúde

Nos últimos anos as internações vêm figurando como principal gargalo das operadoras de saúde. Confira o por quê isso ocorre e como as operadoras estão se adaptando neste cenário. 

O gasto com internação é até 67 vezes maior do que o custo com consultas quando o assunto é sinistro.

Dessa forma, é incontestável o impacto dos custos de internação para operadoras de saúde. E esses custos só tendem a aumentar (ANDRADE; MAIAB; RODRIGUES, 2010).

Acredita-se que entre 2005 a 2010 houve um aumento de 54% nos gastos com internação em todas as modalidades de operadoras de saúde. Já entre as autogestões o assunto é ainda mais preocupante.

Estima-se que o valor tenha triplicado em oito anos, chegando em uma média acima de R$23 mil por internação (DUARTE et al., 2017).

Causas do aumento dos custos

Dentre as causas estão o aumento dos custos dos materiais,  medicamentos e do centro cirúrgico durante a internação.

Isso claro, não esquecendo do envelhecimento da população.

Entre os idosos, não é notado um aumento significativo na taxa de utilização do plano, mas sim um aumento na média de permanência durante a internação, justificando os aumentos progressivos.

De fato, os custos relacionados à internação vêm evoluindo nos últimos anos acima da inflação.

Contudo, também se sabe que até 19% dos custos são gastos de forma desnecessária, segundo o IESS. Assim, a ineficiência na gestão dos recursos de saúde está diretamente relacionada.

E uma causa chama muito atenção:

A dificuldade que as operadoras de saúde têm em obter as informações necessárias sobre a condição de saúde dos seus beneficiários.” (DYE; REEDER; TERRY,1999)

Essa dificuldade se torna um gargalo para muitas operadoras de saúde uma vez que inviabiliza realizar uma gestão de forma integral dos seus recursos.

Essa dificuldade é algo bem presente no dia a dia das equipes de auditoria concorrente e de contas médicas, por exemplo. 

Além de não ter os dados necessários em relação ao paciente, a falta de entendimento sobre a operação no geral nos processos de auditoria, interfere diretamente nos resultados que ela gerará.

Impactos no sistema de saúde

As causas são inúmeras e os efeitos colaterais relacionados a esse gargalo, são dos mais diversos e afetam desde a saúde da população como o desempenho financeiro das instituições de saúde. 

No cenário empresarial, os altos custos proporcionam com que seja cada dia mais desafiador se manter competitivo no mercado.

Muito além dos custos, eles não são apenas a causa, mas sim a consequência de um tratamento que muitas vezes não é pertinente à saúde do internado.

A ocorrência de eventos adversos graves, o não monitoramento adequado dos pacientes e o gerenciamento inadequado de riscos proporciona o aumento da média de permanência na instituição, o alto índice de reinternação e a prestação de um cuidado ao paciente insatisfatório.

e-book auditoria concorrente

Isso tudo colabora para o aumento da inflação médica.

Ou seja, o acesso aos serviços de saúde tende a ficar mais caro, impossibilitando a saúde de qualidade para o maior número de pessoas.

E quanto maior for a inflação médica, menor será a qualidade de vida da população brasileira.

Logo, é de extrema importância o desenvolvimento de alternativas viáveis para minimizar tanto a causa como o impacto do alto custo das internações.

Como o mercado está se adaptando

Em um mercado cada vez mais competitivo e regulado, muitas operadoras de saúde estão se adaptando trazendo a gestão para dentro.

Principalmente em um cenário em que cada vez se discute a Saúde baseada em valor, a excelência na gestão dos recursos em saúde e das informações dos pacientes internados é imprescindível.

Assim, muitas operadoras que antes tercerizavam sua gestão, estão optando por monitorar as internações internamente através do processo de auditoria em saúde.

Na gestão dessas informações, diversas ferramentas podem ser incorporadas no processo.

Como o Carefy pode ajudar no monitoramento das internações

O Carefy engloba todo o fluxo do paciente internado, se tornando um grande aliado na gestão com a utilização de diversos indicadores.

Nossa plataforma permite a diminuição de custos em até 13% dos custos da sua operadora de saúde com o sistema de auditoria médica completo.

Em uma única plataforma é possível otimizar os processos de auditoria e conectar a sua equipe online e offline, gerando mais de 130% de eficiência do time, diminuindo em 40% a média de permanência e minimizando os custos desnecessários da operação.

Com o fluxo do paciente mapeado é possível um maior controle dessas internações e evitar gastos antes que eles aconteçam pela auditoria concorrente.

O  Carefy também minimiza a perda e vazamento de dados, a partir da centralização e padronização das informações do paciente da entrada ao fechamento da conta.

Dessa forma, também é possível gerar indicadores estratégicos de internação, gerando uma visão da operação como um todo e possibilitando uma melhor tomada de decisão.

Possuímos mais de 60 indicadores que permitem o direcionamento assertivo de recursos tanto de tempo como financeiros afim de otimizar a operação como um todo.

A integração dos players de saúde vêm sendo cada vez mais discutida como principal meio para viabilizar o modelo de remuneração baseado em valor.

Assim, com o paciente no centro poderá ser feito de fato uma assistência de excelência e a gestão eficiente de recursos da saúde.

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter para receber semanalmente conteúdos estratégicos como este sobre gestão em saúde. 

indicadores de auditoria em saúde