A auditoria retrospectiva é um dos processos mais importantes dentro da gestão em saúde.

 Por isso, os gestores e as operadoras de plano de saúde devem conhecer a fundo tudo sobre o tema.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é e por que é tão importante. Além disso, vamos falar de como a tecnologia ajuda a otimizar e tornar a aplicação mais eficiente. Então continue a leitura!

O que é a auditoria retrospectiva?

Antes de mais nada, você precisa saber que existe mais de um tipo de auditoria dentro da área de saúde. Entre eles estão:

Cada um deles se encarrega de analisar processos, dependendo se já aconteceram ou não. Entretanto, aqui vamos focar na auditoria retrospectiva. 

Então, a retrospectiva tem o objetivo de analisar processos que já aconteceram. Assim, as operadoras conseguem identificar desvios e falhas nos atendimentos, para evitar que elas voltem a acontecer. 

Alguns dos itens que esse tipo de auditoria avalia são:

  • prescrições de tratamentos e/ou medicamentos;
  • processo de triagem;
  • criação de anamnese;
  • critérios de admissão de pacientes;
  • relatórios médicos e de enfermagem;
  • uso dos materiais e equipamentos disponíveis;
  • uso dos recursos humanos disponíveis;
  • padrões e resultados obtidos;
  • más condutas;
  • qualidade do atendimento ao paciente;
  • outros processos.

Mas, afinal, por que tudo isso é importante e que diferença faz nas operadoras de saúde? Continue lendo para saber qual a importância da auditoria retrospectiva na prática!

Qual a importância da auditoria retrospectiva?

Sem dúvidas, o principal motivo para fazer uma auditoria retrospectiva é que ela permite melhorar os processos e atividades das instituições, pois aumenta a eficiência.

Após a coleta e análise dos dados, o gestor poderá usar ferramentas. Uma delas são os indicadores de saúde e gestão, os quais auxiliam na tomada de decisão.

Da mesma forma, algumas das perguntas que a auditoria pode responder são:

  • Quais riscos existem? Como posso mitigá-los?
  • Existem oportunidades? Como posso aproveitá-las?
  • Quais ações devo tomar para alcançar esses objetivos?
  • Quando e como essas ações serão realizadas?

Desse modo, ao usar perguntas e respostas, você consegue realizar um planejamento estratégico que define o curso a ser tomado para otimizar os processos.

Aliás, você não só diminuirá os gastos indevidos da instituição, mas também motivará a equipe, que saberá exatamente o que fazer e como fazer. 

Dessa maneira, é possível reduzir as burocracias desnecessárias e tornar o ambiente mais eficiente.

Como a tecnologia otimiza a auditoria retrospectiva?

A qualificação dos gestores nunca mudará o fato dos seres humanos serem vulneráveis a erros. Contudo, ao utilizar softwares especializados, esse problema pode ser contornado. 

A fim de auxiliar o gestor, já existem softwares no mercado com Inteligência Artificial (IA). Portanto, eles aumentam a eficiência na auditoria retrospectiva, automatizando processos e reduzindo custos operacionais

Gostou deste post? Então, aproveite para conhecer os módulos do Carefy e torne seus processos mais eficientes!