e-book indicadores de internação

Utilizar tecnologias inovadoras na auditoria em saúde é uma estratégia importante para aumentar a eficiência da sua instituição. Descubra se o mais adequado para a sua operação é contratar um software ou desenvolvê-lo internamente.

A importância de um software de auditoria

Sabemos que um grande desafio para as operadoras de planos de saúde é controlar custos, aumentar a eficiência das áreas e ainda garantir a qualidade da assistência prestada ao paciente.

Todo esse processo é suscetível a falhas que podem interferir na internação do paciente e ocasionar com que ele não receba o melhor tratamento para  a sua condição clínica. Isto tudo gera um aumento do tempo de permanência no hospital e custos exorbitantes para a instituição.

Pensando nisso, utilizar a tecnologia aplicada a auditoria em saúde aumenta a eficiência da operação e diminui os custos, o que permite que a sua instituição atenda mais pacientes e impacte positivamente o sistema de saúde privado.

Se você já entendeu o potencial que a tecnologia tem e como ela pode resolver os problemas da sua operação em saúde, é hora de utilizar um software.

No entanto, uma dúvida comum entre muitos gestores em saúde é se compensa para a instituição que essa solução seja desenvolvida internamente ou contratada de empresas especializadas em tecnologia. 

Vamos então analisar as opções:

Opção 1. Desenvolver o software de auditoria internamente 

Desenvolver um sistema de auditoria que seja funcional e extremamente eficiente do absoluto zero de forma interna, pode ser um grande desafio, confira alguns motivos:

1. Equipe de tecnologia com alta demanda

É natural que em uma operadora de saúde, a equipe de tecnologia (TI), tenha outras prioridades e demandas além de atender a área de auditoria. 

Assim, um novo projeto como este pode levar um bom tempo, atrasar ou ficar comprometido.

Além do que, ao desenvolvê-lo simultaneamente com outros projetos e demandas, sem a quantidade necessária de tempo, poderá fazer com que o sistema não fique tão robusto.

E possivelmente não atenda as necessidades da melhor forma, o que pode gerar confusão e ineficiência.

Por exemplo, um sistema desenvolvido em curto período de tempo, pode comprometer a usabilidade da plataforma, e prejudicar o acesso, a inserção dos dados pelo auditor em saúde e análise dos dados pelo gestor.

2. Tempo de desenvolvimento e validação

software de auditoria

Uma vez que você entendeu que pode estar perdendo eficiência e dinheiro sem um software de auditoria, fica fácil de compreender que o tempo de desenvolvimento pode impactar significativamente nos resultados. 

Mesmo que a equipe seja ágil e desenvolva em alguns meses a aplicação, ela ainda precisará passar por diversos testes de validação e usabilidade com a equipe. 

E afinal, quanto custa uma ineficiência na auditoria em saúde da sua instituição hoje?

Agora imagine isso em meses! Meses de ineficiência representa um montante considerável de custo quando pensamos em instituições de saúde.

3. Necessidade de adequação constante à LGPD

Isso também abre um leque de possibilidades para gargalos no sistema, como por exemplo, se a segurança da tecnologia não for desenvolvida, os dados dos pacientes podem ficar suscetíveis ao vazamento de informações.

Prejudicando a reputação da instituição, comprometendo a LGPD e pondo em risco a privacidade de dados do paciente.

4. Necessidade de investir em tecnologias específicas

Ao desenvolver um software interessante é importante levar em consideração que não é apenas necessário desenvolver a aplicação. 

Diversas tecnologias podem e devem ser utilizadas durante o desenvolvimento do software. 

No entanto, é muito importante que elas sejam aplicadas de forma pertinente e validadas para não comprometer o desempenho.

Por exemplo, utilizar inteligência artificial e data science por si só no desenvolvimento de um software não garante que ele performará como esperado.

5. Custo de manutenção

Outro ponto que muitos gestores esquecem é que além do desenvolvimento, para manter um software de auditoria de ponta é necessário investir em manutenção.

Isso inclui o tempo da equipe de tecnologia para o desenvolvimento de novas funcionalidades e suprir as demandas constantes da área. Isso sem falar do custo de manutenção do servidor. 

Opção 2. Contratar um software de auditoria

software de auditoria

Ao contratar empresa especialista em tecnologia para auditoria em saúde, como a Carefy, que hoje conta com 2 milhões de beneficiários na carteira, a sua instituição de saúde pode focar nas demandas prioritárias da operação.

Por outro lado, ao contratar uma empresa especialista em tecnologia para auditoria em saúde, a sua instituição de saúde pode focar nas demandas prioritárias da operação. Veja as vantagens desta opção: 

1. Equipe focada na plataforma

Uma empresa de tecnologia, em sua maioria, vai buscar sempre atender da melhor forma possível a equipe da auditoria. 

Assim, é natural que evoluam o sistema de auditoria dia após dia, entregando cada vez mais valor e usabilidade para as funções da equipe.

Isso porque ela conta com um time especializado e focado em entregar o melhor produto para otimizar os custos da sua operação e o cuidado prestado ao paciente.

2. Atualizações constantes e novas funcionalidades 

Ainda, contratar uma solução permite o acesso às atualizações constantes que são realizadas constantemente, garantindo que o seu time de auditoria em saúde utilize tecnologia de ponta.

Isso inclui desde novas funcionalidades simples, até novos módulos e funções complexas como o uso de tecnologias como inteligência artificial, machine learning e big data, por exemplo. 

3. Possibilidade de uso quase imediato

Enquanto o desenvolvimento de um software do absoluto zero pode levar de meses até anos, ao contratar uma plataforma o uso da mesma pode ser viabilizado em semanas e os resultados demonstrados a partir do primeiro mês de uso. 

Para se ter uma ideia, o Carefy leva em média de 7 dias para ser implementado.

E nem preciso lembrar que esse tempo economizado significa  mais eficiência, diminuição de custos e melhor assistência aos pacientes da sua instituição.

4. Adequação à normas e LGPD

Outro ponto importante é que tecnologias provenientes de empresas especializadas em software estão adequadas às mais recentes normas e tecnologias do mercado. 

Seria leviano dizer que neste ponto não deveria se preocupar, mas, se você se certifica que uma solução está adequada às necessidades da LGPD isso pode ser de grande alívio para a alta gestão. 

Isso porque garante segurança aos dados do paciente e a reputação da sua instituição.

5. Resultados comprovados por outras instituições

Ao contratar um sistema de gestão de internação como o Carefy, ele te dá a segurança que já foi validado por outras instituições como Grupo São Francisco Saúde e Porto Seguro. 

Para se ter uma ideia, a Carefy hoje conta com 2 milhões de beneficiários na carteira.

Isso significa que o software de auditoria tem resultados comprovados na sua operação, sem necessidade de nova validação com a equipe. 

Para exemplificar, nossos clientes conseguiram diminuir em até 40% a média de permanência geral, em 34%  a média de permanência de longa e aumentar em até 130% a eficiência da equipe.

Então não perca mais tempo e clique para agendar uma demonstração gratuita. 🙂 

Banner Material Módulos da Carefy – 2