e-book indicadores de internação

O objetivo principal do sistema de saúde é garantir que o paciente tenha o melhor atendimento possível. Entretanto, sabemos que essa não é a realidade que as pessoas recebem. 

Então, saber medir o valor em saúde é fundamental para maximizar a qualidade do atendimento em saúde, tal como garantir a satisfação do paciente. 

Para saber mais sobre o assunto, acompanhe o artigo até o final. 

O que é valor em saúde? 

Conceitualmente, podemos entender o que é valor em saúde como a obtenção do melhor resultado com o menor custo possível. 

Todavia, algumas pessoas ainda confundem o conceito de valor com os conceitos de produtividade e até mesmo eficiência, focado em oferecer o melhor custo benefício. 

Sendo assim, o conceito de eficiência está relacionado ao custo para realizar as coisas, enquanto o valor tem o foco no resultado entregue aos clientes, e como eles percebem este resultado. 

Nesse sentido, existem 03 (três) formas de entregar valor na saúde, sendo elas: 

  • Valor locativo, onde o principal objetivo é aumentar o papel e dar acesso ao sistema de saúde de maneira igualitária;
  • Valor técnico, onde o principal objetivo é garantir a efetividade e a eficiência na utilização dos recursos, diminuindo assim as perdas e danos; 
  • Valor personalizado, onde o objetivo é oferecer um sistema de saúde voltado para as necessidades dos pacientes. 

Assim, é possível perceber que este termo está diretamente relacionado à excelência em todos os processos, certificando-se que as coisas estão sendo feitas da melhor maneira possível. 

Qual o cenário brasileiro em relação ao valor em saúde? 

Quando falamos de valor em saúde no Brasil, o cenário ainda apresenta uma visão voltada para o modelo fee for service.

Todavia, este modelo é focado no pagamento de médicos e prestadores com base na quantidade de atendimento e procedimentos realizados, e não na qualidade efetiva. 

Entretanto, para mudar este cenário, é necessário mudar a visão sobre a saúde e entregar, de fato, serviços em saúde que gerem impactos no desfecho clínico, tal como implementar as práticas de governança clínica. 

Qual a importância de medir o valor em saúde?

Uma das práticas mais importantes do valor em saúde é a medição, que utiliza indicadores de desempenho do sistema de saúde como um todo, verificando a eficácia e a percepção de garantia gerado para os pacientes. 

Além disso, medir o valor em saúde possibilita a criação de estratégias e aplicação da governança clínica, tornando o sistema muito mais efetivo. 

Como o Carefy ajuda a medir o valor em saúde?

Quando falamos em valor em saúde, estamos nos referindo à gestão financeira e de qualidade dos processos, considerando a necessidade e a satisfação dos pacientes. 

Assim, o Carefy pode te ajudar a medir o valor por meio de 04 (quatro) parâmetros básicos, sendo eles o planejamento estratégico, desfecho clínico do paciente, indicadores e tomada de decisão. 

1. Planejamento estratégico

Não tem como falarmos de valor sem antes pensar em definir estratégias, ou seja, os caminhos que devem ser seguidos para alcançar a qualidade e o melhor custo-benefício. 

Sendo assim, o planejamento estratégico em saúde analisa quais são os pontos fortes e fracos do sistema de saúde, tal como as oportunidades e desafios que serão enfrentados. 

Ao analisar estes aspectos, os objetivos são definidos junto com ações estratégicas e indicadores, a fim de acompanhar os resultados e garantir que o planejamento está sendo executado. 

2. Acompanhamento do desfecho clínico do paciente

Outro detalhe essencial para o valor em saúde é o desfecho clínico do paciente, que está diretamente relacionado à efetividade no atendimento. 

Pensando nisso, o Carefy auxilia na identificação dos pontos fortes e fracos do sistema de saúde, tal como automatizar a lista de pacientes, evoluções clínicas, dentre outras informações essenciais à gestão.

3. Acompanhamento de todas as operações por meio dos indicadores em tempo real

Outra possibilidade dentro da plataforma é o acesso aos gráficos operacionais em tempo real, tornando a gestão clínica muito mais efetiva. 

Nesse sentido, o Carefy organiza os indicadores de custos, quantidade de pacientes da sua rede, tempo de internação e todo o fluxo de pacientes, facilitando a tomada de decisão. 

4. Apoia a tomada de decisões

Por último mas não menos importante, chegamos à tomada de decisão, que deve ser subsidiada por informações e relatórios consistentes e atualizados. 

E aí, gostou do post e deseja suporte no assunto? O Carefy oferece todo o suporte à tomada de decisão por meio de um sistema com interface limpa, tornando as decisões mais rápidas e assertivas. Quer saber mais? Fale com nosso time de especialistas!

Banner Material Módulos da Carefy – 2