banner ebook auditoria em saúde

A auditoria de enfermagem é um campo rico de detalhes, aprendizados e de muitas oportunidades de desenvolvimento profissional. Para ingressar nesta área tão interessante e dinâmica, existem algumas coisas que é necessário saber, pois nada melhor do que conhecer para posteriormente atuar.

1. Precisa gostar da enfermagem administrativa

Quem sonha com um plantão agitado e cheio de intercorrências, pode ter dificuldades e não se encontrar nesta área. 

Isto porque o paciente, na maioria das vezes, não está na frente do profissional da auditoria de enfermagem.

Existem alguns tipos de auditoria em saúde, mas em grande parte do tempo esses profissionais apenas têm contato com sistemas, prontuários físicos ou eletrônicos. 

Assim, não lidam diretamente com pacientes em situações de risco ou necessitando de um atendimento que dependa da enfermagem.

É preciso lembrar que mesmo com o distanciamento físico dos pacientes, a enfermagem em auditoria desempenha papel importantíssimo para a manutenção da saúde destas pessoas.

Através da análise de um prontuário podemos identificar se uma assistência possui a qualidade esperada.

2. A experiência na assistência não é tudo

Muitos profissionais recém formados ouvem que para seguir a carreira na auditoria somente devem fazê-lo após terem uma longa experiência na assistência. 

No entanto, existem outros caminhos que podem amenizar a ausência desses anos de atuação na área assistencial.

Mesmo na auditoria clínica, investir em cursos com carga horária prática pode ofertar uma bagagem de qualidade, pois a intenção da experiência é municiar os profissionais da auditoria com conhecimento para que exista embasamento dos argumentos no momento das tratativas. 

Conhecer sobre o que se audita é de suma importância para um resultado positivo no processo.

3. Os estudos nunca param

A enfermagem é uma área que exige muito estudo do profissional por se tratar de um campo mutável e dinâmico. 

A necessidade de estudos é uma das habilidades do enfermeiro auditor devido às constantes situações de pesquisa, argumentações e principalmente análises técnicas e administrativas dos processos.

Estudar deve fazer parte da sistematização da rotina de um profissional da auditoria de enfermagem. 

Todas as vezes que existir uma nova tabela, um novo contrato, convênio ou até mesmo inovações técnicas e tecnológicas, o estudo acerca do assunto deve ser intensificado para garantir uma ação mais eficaz e assertiva.

Na auditoria você precisa ser sempre (o/a) melhor. 

Isso não quer dizer se comparar a outros profissionais, mas sim desempenhar o seu papel de forma segura e para ajudar a sua empresa a ter os melhores resultados. 

4. Precisa gostar de matemática

Sim! Isso é verdade! A matemática já faz parte da rotina da enfermagem, principalmente quando falamos de auditoria. 

Cálculo de tabelas, taxas, glosas, diárias entre diversos outros cálculos existentes na auditoria de contas hospitalares, por exemplo. 

Por isso, se você não gosta dos números e procedimentos matemáticos, pense bem se essa realmente é a sua área!

Os números no campo da auditoria são representações gráficas de valores financeiros e por isso, deve-se ter todo cuidado e cautela na hora de verificá-los. 

Um valor a menos ou mais implicam na perda financeira para uma instituição de saúde e um dos nossos papéis é garantir a manutenção da saúde orçamentária das empresas.

e-book auditoria concorrente

Para quem não se importa em calcular e recalcular, verá muitas vezes que é até divertido verificar se uma cobrança está correta, ajustar valores de forma coerente de acordo com as tabelas e realizar a análise dos contratos firmados. 

Isto torna a auditoria uma atividade muito interessante e que nos proporciona aplicar muitas áreas de conhecimento que vão além dos termos e procedimentos da saúde.

5. Habilidades interpessoais são essenciais

A rotina na auditoria de enfermagem envolve lidar em contato direto com a equipe assistencial da instituição de saúde. Isso abrange se relacionar com profissionais de diversas áreas, com as mais diferentes características e personalidades.

Inconsistências nas informações e desentendimentos entre o time podem ser consequências de uma comunicação não efetiva.

Portanto é importante desenvolver uma comunicação assertiva com os profissionais associados à sua rotina, proporcionando um ambiente de trabalho com uma cultura organizacional excelente.

Para isso é necessário ter empatia pelo contexto do outro, uma vez que, cada um possui um repertório e uma vivência diferente, respeitar essas diferenças e aceitá-las é a base para um bom convívio entre colaboradores de uma empresa.

Também é essencial passar a sua mensagem de forma clara e objetiva para que sejam evitados erros e falhas no processo de auditoria como um todo. Algumas  ocorrências de eventos adversos podem ser evitados a partir da comunicação ágil e assertiva entre a equipe.

Outro ponto importante que muitas vezes não ganha a atenção devida é o protagonismo na auditoria. É seu dever como auditor se responsabilizar pelos resultados que gera para a sua instituição de saúde, sejam eles positivos ou negativos.

Muito além de se manter em constante estudo e atualização, busque pontos do processo de auditoria que podem ser otimizados. Preze por identificar os principais gargalos da operação e busque meios de resolvê-los com eficiência e agilidade.

Isso permite com que você se destaque e seja visto de forma positiva pelos seus gestores. 

6. Precisa ser bom em negociação

Desde tarefas simples como o convencimento da troca de turnos, o seu colega de equipe a negociação de contratos, o ato de convencer está presente na rotina de enfermeiros auditores.

Portanto, saber como se comunicar de maneira que não seja apenas assertiva, mas que faça com que os seus argumentos levam a outra pessoa a tomar a ação esperada, seja ela, auditar um paciente ou uma conta.

Se tratando de contratos na auditoria, uma das maneiras mais eficazes de negociar é entender o que a outra parte espera desse acordo, o que faz sentido para a sua operação e como você pode ajudá-la a alcançar determinados objetivos.

7. Adaptação é a chave

Com o passar dos anos, muitos processos relacionados a auditoria em saúde foram alterados e diversas tecnologias foram implementadas com o objetivo de resolver problemas que a instituição enfrenta.

Essas tecnologias como os softwares para auditoria, são capazes de diminuir custos, aumentar a eficiência e proporcionar um cuidado de qualidade ao internado. Logo, é de extrema importância estar aberto a mudanças e as inovações que são implementadas no setor da saúde.

Entender que a tecnologia não vai substituir a sua função e sim que ela é a sua aliada na auditoria de enfermagem, é fundamental.

Conclusão

Fazer parte da auditoria requer dedicação, disposição e principalmente gostar do que se faz. Pode-se não ter uma rotina agitada de um plantão assistencial, mas o dinamismo e agitação se fazem presentes de outras formas.

A Auditar Saúde proporciona a você que deseja trilhar um lindo caminho na auditoria, com treinamentos voltados para a teoria e exercício da prática. Te convido a nos acompanhar no Instagram @auditarsaude.

Gostou do conteúdo?! Inscreva-se na nossa newsletter para receber semanalmente conteúdos estratégicos sobre gestão em saúde.

REFERÊNCIAS

MORAIS, Marlus Valney de. Auditoria em Saúde. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2014

MEDEIROS, D. C. S. O papel do enfermeiro na auditoria de serviços de saúde. 2008. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Auditoria de Sistema e Serviços de Saúde) – Instituto de Ensino Superior de Londrina, Faculdade Integrado Inesul, Londrina, 2008.

SANTOS, Aldomar Guimarães. PAGLIATO, Wagner. Curso de Auditoria. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 2007. 372 p.

SISTEMA NACIONAL DE AUDITORIA (SNA). Auditoria do SUS no Contexto do SNA: Qualificação do Relatório de Auditoria. Brasília, 2015, 104. Disponível em: < http://sna.saude.gov.br/download/Auditoria%20do%20Sus%2020texto%20de%20Apoio.pdf>. Acesso em: 15 de janeiro de 20

indicadores de auditoria em saúde