e-book indicadores de internação

Em algum momento da sua jornada de trabalho, você já deve ter escutado algo sobre “gestão da inovação”, certo? 

Neste artigo falaremos sobre esse tema e sua aplicação na área da saúde, bem como sua importância e principais estratégias. Aproveite para ampliar seus conhecimentos. Boa leitura!

O que significa inovar?

Se uma empresa deseja alcançar um diferencial, inovar é o caminho. Significa buscar o novo, agregar novidades e modificar aquilo que não faz mais sentido para a empresa.

Logo, para que se alcance os objetivos é necessário que o processo de inovação não aconteça somente em um determinado período, mas sim que seja algo constante. 

Além disso, é fundamental que esse processo seja bem administrado. A administração recebe o nome de gestão da inovação.

No momento em que se fala em inovação, logicamente se lembra dos recursos tecnológicos. Sendo assim, a gestão da inovação tecnológica determina como o processo deve acontecer, tendo como base o cliente, visando um melhor atendimento.

A gestão da inovação é responsável por “preparar o terreno” para que as ideias inovadoras sejam colocadas em prática.

Além disso, busca estratégias para que as barreiras sejam superadas.

Ainda que há algum tempo tenha sido considerada algo sem objetivo, a criação de novas estratégias tem tido a gestão da inovação como uma forte aliada.

Ou seja, esse modelo de gestão modificou a forma como as equipes agem em busca da solução de problemas.

Com toda certeza, a característica principal da gestão da inovação é a contribuição entre todos os membros de uma empresa. Sendo assim, são aceitas as propostas dos colaboradores em prol do sucesso da equipe.

Quer entender como funciona a gestão da inovação na saúde? Vamos te mostrar em seguida.

O que é gestão da inovação da saúde?

Na área da saúde, a inovação não deve ficar restrita à pesquisa e criação de novos remédios e vacinas. 

O gestor de uma empresa prestadora de serviços na área da saúde deve ter em mente que a inovação proporciona melhoria da qualidade dos serviços e diminuição de gastos

Acima de tudo deve compreender que a inovação contribui para que a empresa aumente  sua credibilidade junto aos usuários.

Ao mesmo tempo, é importante utilizar a inovação para otimizar os trabalhos da empresa. 

Com a finalidade de agilizar o atendimento, ações como a substituição de documentos físicos por dados digitalizados são essenciais.

Assim também, a utilização de ferramentas tecnologias trazem resultados positivos no que refere a rapidez no atendimento.

Tendo em vista que o bem-estar ocupa lugar de destaque entre as prioridades das pessoas, as inovações na área da saúde devem ser consideradas instrumentos capazes de aproximar o ser humano da melhor qualidade de vida. 

Assim como melhora a experiência do usuário, as inovações agregam valor às operadoras e aumentam as chances de feedbacks positivos.

Inovação é também implementar novas formas de melhorar o ambiente para os colaboradores. Com esse propósito oferecer cursos de formação e diferentes metodologias de trabalho, tendem a trazer mais motivação para os funcionários. 

Certamente, a gestão da inovação na saúde pode proporcionar melhorias no ambiente de trabalho, quando o gestor administra de maneira democrática dando abertura aos componentes do grupo.

A fim de agregar o posicionamento inovador, o gestor também pode se qualificar. Dessa forma, será capaz de visualizar as mudanças necessárias em sua empresa. 

Ainda falando sobre a figura do gestor, podemos citar como características fundamentais:

  • gostar de desafios;
  • estar sempre disposto a ouvir;
  • ter uma visão ampliada;
  • enxergar os erros como uma maneira de aprender. 

Qual a importância de investir em gestão da inovação?

Primeiramente, vale lembrar que uma gestão inovadora não se baseia somente em tecnologia. Ainda que as ferramentas tecnológicas façam parte da inovação, fatores como mudança de pensamento e novas ações precisam fazer parte desse contexto.

Através da gestão inovadora é possível evitar que a empresa “pare no tempo”.

Esse modelo de gestão pode gerar novas organizações de trabalho, abertura de espaço no mercado e criação de novos métodos.

Como resultado, pode proporcionar maior geração de lucro

Uma gestão inovadora é capaz de estimular os funcionários e mantê-los mais motivados. Dessa forma, há grandes chances de obterem mais vantagens e aumentar a credibilidade da empresa.

Acima de tudo, a gestão inovadora não se resume a apresentar um novo produto, mas também visa a criação de um ambiente favorável que produza bons resultados. Da mesma forma, o pensamento inovador valoriza a ideia de parcerias e assim a equipe adquire novos conhecimentos.

Inegavelmente, investir em uma gestão inovadora é descentralizar as ações. Desse modo, um gestor inovador não concentra em si mesmo as tomadas de decisões. Uma gestão verdadeiramente inovadora é capaz de fortalecer o trabalho conjunto.

É necessário acompanhar o processo desde o princípio, criar métodos de controle para verificar se as ações foram eficazes e produziram resultados.

Apesar de não ser nada fácil inovar, é importante saber que um empreendedor de sucesso valoriza as novas ideias. Por isso, uma gestão inovadora é capaz de superar desafios. 

Quais os desafios mais frequentes?

É fato que a gestão inovadora contribui para o sucesso de uma empresa. No entanto, ao implementar esse modelo de gestão é importante manter-se consciente da necessidade de encarar desafios. Vamos falar sobre alguns deles?!

1.Mudanças na organização da empresa

Ao implementar uma gestão inovadora, as estratégias de atuação precisam ser renovadas. As mudanças tecnológicas precisam ser consideradas. Igualmente, a quebra de paradigmas é imprescindível para que, de fato, a inovação aconteça.

2.Adotar uma nova forma de gestão de pessoas

Assim como as mudanças de pensamento e de cultura, fazer com que toda equipe compreenda o funcionamento do processo de gestão inovadora também é primordial. 

Por isso, o gestor deve trabalhar para haja o engajamento de toda a equipe. Afinal de contas, todos ganham com o sucesso da empresa.

3. Falta de recursos financeiros

Para colocar em prática um plano de gestão inovadora é preciso dispor de recursos ou até abrir mão de outros projetos que antes eram considerados prioridades. 

Às vezes, os recursos financeiros que seriam destinados para outros fins acabam sendo utilizados com a finalidade de fazer com que o novo modelo de gestão funcione. Com isso, podem ocorrer divergências dentro da empresa.

Quais os benefícios da inovação aberta nas operadoras de saúde?

O termo inovação aberta foi criado pelo professor Henry Chesbrough da Universidade de Berkeley e origina-se da expressão inglesa “open innovation”.

Foi criada com base nas organizações industriais que valorizam as novas ideias, pensamentos e pesquisas que têm como objetivo o aperfeiçoamento de produtos e serviços buscando melhorias na experiência dos usuários e dos clientes.

O principal benefício de uma gestão inovadora é a mudança de cultura. A partir do momento que o funcionário passa a atuar em uma empresa que conta com um perfil inovador, o colaborador ganha uma visão diferenciada. 

Ainda que a área da saúde possa apresentar certa resistência com relação à implementação das práticas da inovação aberta, já é notável que transformações vêm acontecendo nesse segmento. Operadoras de saúde já compreendem a importância da adesão ao modelo.

Acima de tudo, a inovação aberta contribui para que pacientes possam receber um atendimento personalizado e de melhor qualidade. 

Posteriormente, essa transformação atinge não só o ambiente interno da empresa, mas também o público externo e o mercado geral. Confira a seguir 7 benefícios da gestão inovadora e da inovação aberta nas operadoras de saúde.

1. Proporciona maiores chances se destacar da concorrência

No mundo em que a competitividade cresce a cada momento, quem não inova tende a ficar para trás. Sendo assim, é de suma importância que a empresa, cujo interesse seja estar à frente no mercado, busque por novidades. No mercado atual, o que é novo hoje, amanhã poderá estar ultrapassado.

Portanto, ter sempre algo novo para apresentar e um diferencial nos serviços prestados fará com que a operadora vença a concorrência e ganhe a confiança dos usuários. Por outro lado, quem não segue inovando, tende a sofrer com consequências como a perda de dinheiro, por exemplo.

2. Valoriza os serviços prestados e melhora a imagem da empresa

Inegavelmente, todo cliente gosta de receber um atendimento diferenciado. Desse modo, apresentar novidades é uma maneira eficaz de cativar pessoas, fazendo com que elas voltem outras vezes para solicitar os mesmos serviços.

Logo, a repercussão será positiva. A empresa que trouxer soluções inovadoras ganhará facilmente a preferência do público e melhorará sua imagem e reputação, passando a construir ou manter seu nome sempre entre os melhores.

3. Estimula a equipe a trabalhar pelo crescimento da empresa 

Uma equipe motivada resulta em maior produtividade. A partir do momento que os colaboradores se sentirem valorizados, haverá mais rendimento no trabalho. 

Sem dúvida nenhuma, uma gestão inovadora é capaz de motivar sua equipe fazendo com todos tenham foco no ofício e lutem por um objetivo comum.

No momento em que os funcionários tiverem a oportunidade de colaborar para o crescimento da empresa, com certeza se sentirão mais agregados ao sistema. Dessa maneira, haverá benefícios para os dois lados. 

4. Melhora a organização do ambiente da empresa

De fato a organização de um ambiente de trabalho oferece condições para um bom desempenho dos profissionais. Inovar e criar métodos eficientes é importantíssimo para que resultados concretos venham a médio e longo prazo.

A gestão da inovação contribui para a organização da empresa. Através de estratégias eficazes é possível traçar metas de modo que todos saibam qual caminho seguir. 

Sobretudo, a distribuição dos serviços faz com que cada um saiba como agir para alcançar as metas propostas.

5. Facilidade de acesso à prevenção e tratamento de doenças

Nos últimos tempos, através de investimentos em tecnologia, possibilitou-se monitorar a saúde das pessoas. 

Em se tratando da saúde da mulher, por exemplo, muitos benefícios já podem ser notados. Por exemplo: tratamento para menopausa, fertilidade, amamentação e outras questões ligadas à saúde feminina.

6. Rapidez nas respostas sobre a saúde do paciente

Principalmente em tempos de pandemia, as empresas de saúde têm se utilizado de canais de atendimento através das ferramentas tecnológicas. Nessa situação, fica bem clara as contribuições da inovação aberta para um atendimento mais rápido.

7. Agilidade na solução de problemas 

Com a utilização da inovação aberta, as operadoras de planos de saúde encontram mais facilidades para solucionar seus problemas de forma rápida e com custos menores. 

Em virtude desse segmento ter em seus cuidados pessoas que buscam alívio para suas dores, muito provavelmente, esse tipo de inovação poderá trazer um benefício de valor incalculável, ou seja, o salvamento de vidas.  

Quais as principais estratégias para a gestão da inovação aberta?

O primeiro passo para a implementação da inovação aberta é a parceria entre duas ou mais empresas. 

Logicamente, quanto mais pessoas estiverem envolvidas no processo, haverá mais chance de tudo dar certo. Além disso, para se desenvolver um trabalho de inovação aberta com qualidade são necessárias algumas estratégias como. Veja!

  • Trabalho em rede

Para que a inovação possa acontecer é necessário o envolvimento de pessoas qualificadas. É importante que os colaboradores da empresa interajam com outros profissionais. 

Especialistas e colaboradores externos trarão novas ideias para alavancar os projetos. Além disso, o trabalho em rede possibilita a troca de informações. 

  • Preparação do ambiente da empresa

A fim de colocar em prática as ideias trazidas pelos colaboradores internos e externos, a empresa deve disponibilizar um espaço específico para que as práticas aconteçam. 

Se acaso houver um laboratório ou uma sala específica para realização dos testes, tudo será facilitado.  

  • Capacitação dos envolvidos no processo

Assim que os trabalhadores adquirem conhecimentos sobre as metodologias e ferramentas utilizadas no processo de inovação, o desempenho de cada um passa a melhorar. Por isso, é fundamental que todos entendam a necessidade de se qualificar. 

Com o propósito de que os colaboradores compreendam melhor o processo é imprescindível que a empresa traga experiências que já tenham produzido resultados positivos. 

  • Construção de uma nova visão

Logicamente, o processo de inovação aberta só será eficaz quando houver uma mudança de pensamento e cultura. Dessa forma, é necessário desapegar das velhas práticas e pensamentos que já não trazem resultados.  

À primeira vista pode parecer difícil uma mudança de postura. No entanto, é de suma importância que o grupo esteja engajado. Embora tudo o que é novo possa assustar, com o decorrer do tempo tudo fluirá normalmente.

Como o Carefy pode te ajudar?

O Carefy está no mercado desde 2017 oferecendo serviços de tecnologia em saúde, considerando a implementação de gestões inovadoras. A empresa auxilia operadoras de saúde a gerenciar as internações de seus pacientes.

O sistema de auditoria médica oferecido pela Carefy proporciona uma gestão otimizada que geram resultados como a diminuição da média de permanência em até 40% e dos custos em até 13%

Com os indicadores estratégicos, as operadoras podem acessar relatórios, gráficos e também se comunicarem com os prestadores de serviços. O sistema ainda mostra a qualidade da rede, tempo de internação dos pacientes e muitas outras funcionalidades.Se você quer inovar e obter resultados positivos em sua operadora de saúde, não perca tempo. Venha conhecer o software Carefy e transforme suas ideias em resultados positivos.

Banner Material Módulos da Carefy – 2