banner ebook auditoria em saúde

Sabendo da importância em tornar um negócio mais estratégico para obter resultados, é fundamental saber como otimizar a gestão de qualidade em saúde. Afinal, processos eficientes significam retorno tanto para pacientes, quanto para o desempenho de uma clínica ou hospital.

Nesse sentido, esse assunto vem ganhando cada vez mais espaço entre as etapas de planejamento do setor. No entanto, como fazer isso corretamente?

Se essa é uma dúvida sua, neste artigo trouxemos algumas dicas fundamentais para serem aplicadas em seu ambiente de trabalho e a importância delas para o desempenho do negócio. Confira!

5 dicas para uma melhor gestão de qualidade em saúde

Antes de mais nada, podemos resumir a gestão de qualidade em saúde como o conjunto de práticas que visam planejar, organizar, otimizar ações nos setores hospitalares e clínicos

Aqui serão discutidas todas as vertentes que impactam diretamente no controle dos processos relacionados. Confira algumas das principais dicas para um atendimento de alta performance:

1 – Tenha um planejamento estratégico

Acima de tudo, devemos focar no impacto e na relevância que o planejamento estratégico pode gerar. Em resumo, nesse conceito o foco é avaliar o negócio como um todo, identificando quais são os pontos que o farão se destacar frente ao mercado.

Entendendo os desafios do setor e alta concorrência, é preciso fazer esse tipo de gestão. Com esse trabalho em mãos, passamos a potencializar os processos que farão da experiência dos pacientes um grande diferencial.

2 – Trabalhe a gestão de riscos

Independentemente do tamanho da sua clínica ou hospital, a chance de ocorrer riscos são eminentes. Os possíveis devem ser mapeados e estudados quais são os planos de ação a serem adotados em caso de sua ocorrência.

Assim, eliminaremos que os erros sejam possíveis causadores de paradas de processos e um bom atendimento aos seus pacientes.

e-book auditoria concorrente

Do contrário, quando alguma crise ocorrer, as tomadas de decisão podem não ser tão eficientes. Além disso, também promovemos maiores oportunidades desses riscos acontecerem, de fato.

3 – Otimize os sistemas de auditoria

Por meio dos sistemas de auditoria conseguimos efetivar os gargalos no processo da gestão da qualidade em saúde. Sendo assim, é fundamental que eles sejam efetivos para seu controle e possam fazer o mapeamento das falhas.

Sendo assim, invista em sistemas que possam fazer essa verificação e eliminar os possíveis futuros problemas.

4 – Invista em indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho são fundamentais para qualquer tipo de gestão. Aqui, ele não seria diferente. 

Por exemplo, com os sistemas de auditoria — dica levantada anteriormente — podemos medir os desempenhos dos processos do seu negócio. 

Eles devem estar ligados também com o planejamento estratégico.

5 – Analise seus dados na gestão de qualidade em saúde

Por fim, e não menos importante, devemos investir na análise de dados. Eles entram como parte do monitoramento e auxiliam na otimização dos processos. 

O uso de gráficos e relatórios estudados a partir dos indicadores fornecem os insights necessários para o controle de qualidade.

Em conclusão, a gestão de qualidade em saúde tem grande importância para o setor que visa se diferenciar no mercado. 

Além de tornar a clínica e hospital mais eficientes e oferecer excelência em atendimento, também eliminamos custos e evitam riscos desnecessários ao negócio. E para isso ocorrer, mais do que nunca, é fundamental avaliar e colocar as dicas citadas em prática.Gostou desse artigo? Então, aproveite para compartilhar nas suas redes sociais e inscreva-se na nossa newsletter.

indicadores de auditoria em saúde