Não é nenhuma novidade que a tecnologia é uma grande aliada na hora de otimizar os processos de uma operadora de plano de saúde. 

Por exemplo, nos casos que envolvem a autorização de internação hospitalar.

O uso da autorização de internação hospitalar exige o cumprimento de certas regras em sua formatação e emissão, além de ter impacto no uso dos recursos médicos que precisam ser auditados.

Se ocorrem falhas ou problemas de organização ao lidar com a autorização de internação hospitalar, é possível a geração de custos extras ou desperdícios capazes de comprometer a operação. 

Portanto, é fundamental contar com a estrutura certa para que isso não aconteça.

Neste artigo, você entenderá de quais maneiras o uso de uma plataforma como o Carefy pode ajudar você a utilizar a autorização de internação hospitalar na rotina. Confira!

O que é uma autorização de internação hospitalar?

Também conhecida pela sigla AIH, a autorização de internação hospitalar é o documento que detalha os serviços de internação prestados ao paciente no ambiente hospitalar, segundo a ANS.

O principal objetivo da autorização de internação hospitalar é o controle a respeito de todos os recursos empregados no tratamento do paciente durante o seu período de internação. Essas informações são decisivas para o prestador público ou privado que oferece tal estrutura.

Para que a autorização de internação hospitalar tenha validade, ela deve se adequar a algumas regras e se enquadrar nos tipos corretos. 

Isso ajuda a garantir que os seus dados sejam formatados adequadamente e o documento seja aceito pelos órgãos reguladores.

Regras da autorização de internação hospitalar

A emissão de uma autorização de internação hospitalar deve atender a regras estipuladas pelo Ministério da Saúde

Esses pontos dizem respeito aos documentos necessários para emiti-la, critérios de requisição e, principalmente, o preenchimento adequado do documento.

De início, é necessário emitir um laudo médico juntamente com a autorização de internação hospitalar. 

Quem o preenche é o médico, incluindo os dados de identificação do paciente, sintomas, exames e condições que levaram à internação.

As regras de emissão da autorização de internação hospitalar também exigem o preenchimento de um laudo de utilização de OPMEs (órteses, próteses e materiais especiais) conforme a necessidade.

É por meio desse documento que ocorre a cobrança adequada pelo uso desses equipamentos hospitalares.

Por fim, outro documento importante associado à autorização de internação hospitalar é o laudo médico que solicita a alta administrativa. 

Tipos de autorização de internação hospitalar

O uso da autorização de internação hospitalar correta é essencial para que o documento tenha validade.

Isso significa familiarizar-se com as particularidades de cada um deles para que seja possível saber quais utilizar em cada situação.

A seguir, conheça quais são os tipos de AIH e as suas particularidades.

AIH-1

A autorização de internação hospitalar do tipo 1 identifica os serviços de saúde prestados ao paciente pelo hospital para que a instituição receba por isso segundo as regras do Ministério da Saúde.

AIH-5

Já este tipo de autorização de internação hospitalar serve para serviços de cuidados prolongados ou em casos de acompanhamento após transplantes. 

AIH-7

O tipo AIH-7 tem numeração própria e impressão prévia. Em geral, o AIH-7 é emitido por órgãos emissores próprios autorizados pelo SUS.

Por que é importante preencher corretamente?

Certamente já ficou nítida a importância de trabalhar adequadamente com uma autorização de internação hospitalar. 

No entanto, você já pensou a respeito das possíveis consequências de preencher esse documento de maneira errada? 

Isso pode afetar várias pontas do processo hospitalar.

Confira a seguir quais são os principais problemas gerados por preencher a AIH de forma incorreta.

Problemas de preencher de forma incorreta

Aumento da burocracia

Um documento preenchido incorretamente costuma comprometer muito mais a atenção dos profissionais envolvidos com ele. Por exemplo, é preciso lidar com mais burocracia para corrigir uma via que foi preenchida de forma errada.

No caso de uma autorização de internação hospitalar, é necessário comunicar imediatamente o órgão de saúde responsável e emitir uma nota corrigida dentro do modelo adequado.

banner porto seguro

Experiência negativa do paciente

Se seu preenchimento é feito incorretamente, isso tende a gerar um incômodo também para o paciente. 

Aliás, a saúde dele também pode ser impactada caso não receba os serviços que necessita para dar continuidade ao seu tratamento.

Dessa forma, o preenchimento correto se faz fundamental para que o paciente possa extrair o melhor de sua experiência em contato com o hospital e a operadora de plano de saúde.

Dificuldades na auditoria

A autorização de internação hospitalar também serve como um documento de auditoria em saúde

Afinal, ela revela informações valiosas a respeito dos recursos empregados no tratamento do paciente durante a sua internação.

Como otimizar o trabalho com a autorização de internação hospitalar?

Por ser um documento tão importante para o tratamento do paciente e o funcionamento de uma instituição de saúde, ela exige bastante cuidado em seu preenchimento e emissão. 

Na seção anterior deste artigo, você já viu algumas das consequências negativas de problemas nesse sentido. 

Então, está na hora de conhecer algumas formas de otimizar esse trabalho para diminuir a incidência de erros. Confira a seguir as principais maneiras de fazer isso.

Utilize uma plataforma especializada

Não abra mão da tecnologia para tornar os seus processos mais produtivos e diminuir as chances de ocorrerem erros, como no preenchimento de uma autorização. Para que isso seja possível, você pode utilizar uma plataforma especializada no segmento da saúde.

Um bom exemplo para isso é o Carefy, que ajuda a otimizar os seus processos de autorização e conta com diversos recursos complementares que agregam benefícios às várias áreas das suas operações.

Armazene e organize seus documentos de forma correta

Apesar de problemáticos, os documentos de papel ainda fazem parte do dia a dia de muitas instituições de saúde. Isso carrega diversos riscos que impactam a eficácia das equipes e até a experiência do paciente, apesar de ainda serem necessários.

Dessa forma, é fundamental contar com processos dedicados a organizá-los adequadamente para que seja possível consultá-los com facilidade e protegê-los de perdas. Esse é mais um aspecto que pode ser amplamente otimizado pela tecnologia. 

A digitalização de documentos se faz necessária para evitar perdas e integrá-los a seus sistemas de auditoria. Isso se torna ainda mais eficaz quando integrado a uma plataforma especializada em saúde.

Identifique falhas sistêmicas e recorrentes

Uma análise contínua dos processos das suas equipes se faz necessária se o objetivo é otimizar cada vez mais o trabalho o setor responsável pelas autorizações.

Então, se você puder identificar a recorrência de certos tipos de falhas, será muito mais fácil a implementação de iniciativas preventivas.

Em certos casos, é possível até detectar falhas sistêmicas que afetam mais de um tipo de processo e causam problemas em diversos aspectos do trabalho. 

É por isso que vale a pena empregar o uso da tecnologia para levantar seus indicadores de qualidade e continuamente procurar por falhas.

Como o Carefy ajuda na autorização das internações?

Como você viu acima, é fundamental que você possa contar com o auxílio da tecnologia para otimizar os vários aspectos da sua rotina em auditoria de saúde. 

O uso de uma plataforma como o Carefy não apenas ajuda a alcançar resultados superiores como também permite identificar as melhores áreas para otimizar a sua operação.

Quando se trata de autorização, o Carefy oferece um ganho significativo na produtividade das suas equipes. 

Isso se deve ao auxílio que a ferramenta proporciona em relação à identificação e a autorização das internações de maneira otimizada.

Com o uso da inteligência artificial é possível apoiar a tomada de decisão na hora de autorizar ou negar solicitações de prestadores de serviço

Então, o sistema consegue sugerir a aprovação ou a negativa da autorização de internação hospitalar.

Afinal, esse processo será fundamental para que a incidência de erros diminua e haja maior aproveitamento dos seus recursos disponíveis.

O Carefy também é capaz de captar as informações anteriores cadastradas pelas instituições de saúde para identificar automaticamente quaisquer inconformidades. 

Que tal experimentar o Carefy em sua instituição de saúde? 

Basta marcar uma reunião com o nosso time de especialistas  para conhecer as funcionalidades da ferramenta que atenderá às suas necessidades específicas.

Banner Agendar Demonstração – 1