banner ebook auditoria em saúde

A realidade do sistema público de saúde faz com que muitos migrem para a rede privada. Para se ter ideia, em julho de 2021, o número total de usuários de planos de saúde ultrapassou os 48 milhões

Assim, com o intuito de suprir a demanda pelos serviços e ter posicionamento no mercado, é fundamental melhorar a gestão da saúde.

Por outro lado, a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de saúde pode esbarrar em alguns desafios comuns. 

Confira alguns deles e descubra como a tecnologia pode auxiliar na melhoria contínua dos processos!

A gestão da saúde suplementar no Brasil

Como visto, em meio à pandemia, houve um aumento significativo no número de beneficiários de planos de saúde no Brasil. 

Inicialmente, o registro aponta para um cenário positivo, fundamentado na preocupação legítima da população em garantir a disponibilidade de consultas, exames e outros procedimentos.

Em contrapartida, mesmo diante das possibilidades de crescimento deste setor, é preciso lembrar que o país ainda se encontra em um cenário de instabilidade econômica, que pode trazer impactos significativos para a gestão das operadoras.

Como veremos melhor a seguir, o aumento da inflação e, portanto, do custo dos processos, bem como o impacto da crise no orçamento das famílias, impõem grandes desafios. 

Os desafios da gestão da saúde

Tendo em vista o contexto atual, confira alguns desafios que a gestão da saúde suplementar pode enfrentar!

Consumo das famílias

O Brasil registrou, em março de 2022, a maior inflação em 28 anos. Essa realidade tem acompanhado os cidadãos que, no dia a dia, percebem a diminuição do seu poder de compra e optam por eliminar gastos não essenciais no momento.

e-book auditoria concorrente

Nesse sentido, um dos desafios enfrentados pelas operadoras é, diante da possibilidade de perda de beneficiários, aprimorar processos e fortalecer as estratégias de fidelização.

Custos de aquisição

Entre os desafios do sistema suplementar de saúde, como consequência da inflação em alta, está o aumento dos custos com a aquisição de materiais.

Para minimizar os impactos no orçamento, torna-se necessário melhorar o controle e a auditoria do processo de compra. Nesse sentido, a gestão do alto custo é um dos principais entraves para a sustentabilidade das operadoras no mercado.

Relação com fornecedores

Por fim, a relação com fornecedores e outros prestadores de serviços também exemplifica um desafio para a saúde suplementar no contexto atual. A manutenção de boas parcerias, fundamentadas na qualidade e na transparência, são indispensáveis para assegurar uma boa assistência ao paciente, com inovação na saúde e preços justos.

A tecnologia como aliada na gestão da saúde

A tecnologia na saúde pode atuar como grande aliada para contornar os desafios. Isso porque ela consegue:

  • Otimizar processos;
  • Reduzir custos desnecessários;
  • Amenizar perdas; 
  • Garantir uma melhor personalização dos serviços oferecidos.

São várias as soluções disponíveis. Entre elas, está o software de gestão em saúde, capaz de otimizar o processo de auditoria e garantir uma melhor alocação dos recursos. 

O software de acompanhamento da Carefy, por exemplo, permite centralizar as informações em um só lugar, unificar a jornada do paciente e padronizar processos. 

Desse modo, torna-se viável a coleta de indicadores estratégicos e a conferência de inconformidades na gestão da saúde.

Manter a operadora competitiva é o objetivo de muitos gestores na área de saúde. Nesse sentido, conhecer os desafios para o setor e as ferramentas capazes de contorná-los é uma tarefa indispensável para uma boa gestão da saúde.

 É necessário, ainda, estar atento às melhores soluções para garantir a sustentabilidade e o sucesso do negócio no mercado.

E aí, gostou do conteúdo? Agora que você já sabe como a tecnologia pode auxiliar na gestão da saúde, não deixe de conferir as soluções da Carefy para as operadoras!

indicadores de auditoria em saúde