O dia a dia de uma operadora de saúde é composto por diversas atividades que visam melhorar a qualidade dos serviços prestados. É por isso que contar com uma gestão de projetos em saúde é fundamental.

Afinal, ter toda a estratégia definida e as demandas organizadas, farão com que a instituição de saúde alcance os objetivos traçados de maneira eficiente e, acima de tudo, organizada. 

O acesso à informação e recursos tecnológicos são fundamentais na jornada de gestão em saúde.

Quer entender melhor como a gestão de projetos em saúde pode beneficiar a sua operadora? Então, continue acompanhando o nosso conteúdo!

O que é gestão de projetos em saúde?

No âmbito empresarial, gestão de projetos significa o planejamento de ações que visam obter resultados a médio e longo prazo. Nesse sentido, as atividades são desenhadas para que a execução seja feita da melhor maneira possível.

Além disso, acontece o gerenciamento e acompanhamento das ações por parte do gestor, que avalia todas as etapas do projeto. 

Atualmente, a gestão de projetos ultrapassou as barreiras das empresas de tecnologia, engenharia e marketing, chegando ao setor da saúde. Com o crescimento do setor, foi necessário a adaptação de algumas metodologias para otimizar os processos, melhorando a qualidade das atividades.

Assim, a gestão de projetos em saúde auxilia os departamentos do setor a se organizarem de uma maneira mais eficiente, levando alguns padrões necessários para otimizar as tarefas diárias.

Qual a importância da gestão de projetos em saúde?

A gestão de projetos em saúde se torna importante pelo fato de muitas atividades serem complexas e tenham necessidade de acompanhamento. Assim, é preciso que toda a equipe se envolva nos processos para que a gestão seja eficiente.

Contudo, é fundamental que o gestor em saúde acompanhe todo o processo, pois muitas atividades necessitam de supervisão. Isso porque são mais complexas e são elas que vão diferenciar a rotina da instituição.

Para alcançarem bons resultados, com equipes preparadas e desenvolvendo corretamente as suas funções, as operadoras de plano de saúde necessitam ter um bom planejamento estratégico.

O planejamento é uma das principais etapas da gestão de projetos, pois é fundamental para traçar as estratégias que vão ajudar a equipe a alcançar os resultados esperados

Sobretudo as operadoras de plano de saúde necessitam contar com planejamentos eficientes para atender suas demandas de forma eficiente, prestativa e com qualidade para todos.

Assim, contar com uma boa gestão de projetos, vai ajudar a atingir as metas estabelecidas, levando mais qualidade aos serviços prestados pela operadora. Então, se a sua operadora ainda não conta com uma gestão de projetos em saúde na sua operadora de saúde, está na hora de dar esse passo.

Como montar um planejamento eficiente?

O planejamento estratégico é fundamental em qualquer área e não seria diferente na gestão de projetos em saúde. Afinal, a estratégia é prever as atividades que serão desenvolvidas para, assim, atingir os objetivos traçados.

Dessa forma, é preciso levar em consideração informações importantes para montar o planejamento. Confira os principais passos:

  1. Levante dados sobre a operadora

O primeiro passo é levantar os dados da operadora de plano de saúde. Ou seja, fazer um mapeamento de todas as áreas para entender como trabalham e o que pode ser otimizado. É fundamental que o entendimento do gestor seja macro para enxergar todas as demandas.

  1. Faça um planejamento de ações

Após o levantamento das informações, todos os gestores precisam participar do planejamento. Isso porque será necessário a participação de todos para fazer o mapa estratégico, levantando todas as atividades que devem ser realizadas. Então, nada melhor do que cada setor apresentando as suas informações.

  1. Execute as ações pré-estabelecidas

Essa é a etapa em que todas as atividades levantadas durante o planejamento serão executadas. Nessa fase da gestão de projetos em saúde, o gestor acompanha todas as ações para garantir que sejam realizadas da melhor maneira possível, além de tomar decisões caso apareçam problemas no caminho. 

  1. Controle e monitoramento de atividades

Na gestão de projetos o gestor deve acompanhar todas as atividades e monitorá-las. Se algo estiver acontecendo fora do planejamento, o gestor deve tomar medidas que deixe as atividades em sintonia novamente. Além disso, contar com softwares de auditoria é fundamental para a metrificação das atividades. 

Como os recursos da plataforma Carefy podem ajudar na gestão de projetos em saúde?

Uma das principais demandas da gestão de projetos é otimizar atividades rotineiras e padronizar fluxos de trabalho. Com a plataforma Carefy isso é possível de uma maneira muito simples, pois ela foi desenvolvida com o objetivo de melhorar a performance de operadoras de saúde.

Um bom exemplo disso, são as auditorias necessárias. Isso porque elas são indispensáveis para as instituições de saúde, pois verificam as atividades que causam desperdícios para a operadora.

Além disso, os recursos da plataforma ajudam a gestão a identificar possíveis gargalos na estratégia, diminuindo custos e aumentando a eficiência da equipe.

Veja algumas das principais funcionalidades:

  • gestão de processos para ajudar na tomada de decisões mais assertivas para o negócio;
  • acompanhamento de equipe em tempo real, elevando o nível de qualidade dos serviços;
  • redução de custos com internação por meio de estratégias eficazes;
  • monitoramento e acompanhamento de toda a rede em tempo real;
  • módulos de auditorias para entender os processos e propor ações que vão melhorar a qualidade da entrega de serviços;
  • atendimentos rápidos e eficientes, elevando o nível de satisfação da operadora.

Como o projeto da Carefy ajuda gestores em saúde

Como você pôde ver, a gestão de projetos em saúde é fundamental para as instituições de saúde que desejam se diferenciar no mercado. 

Assim, operadoras de saúde, empresas de auditoria, consultorias e empresas home care, estão cada vez mais investindo em meios para otimizar as suas demandas.

Com a gestão de projetos é possível estabelecer metas, traçar estratégias e mudar a forma com que o seu negócio se posiciona no mercado. Isso auxilia tanto na demanda interna da instituição como no trato com o cliente.

Com os recursos oferecidos pela plataforma Carefy, a gestão de projetos em saúde da sua operadora será ainda melhor. Principalmente pelo fato de ter acesso aos dados corretos que vão ajudar na implementação de melhorias em processos e a otimizar a jornada do paciente.

Deseja conhecer mais a respeito da plataforma Carefy e todos os benefícios que ela pode trazer para a sua gestão de projetos em saúde? Então, acesse o nosso site e agende uma demonstração com um de nossos especialistas para conhecer mais a fundo!